terça-feira, 3 de abril de 2012

Gabriel Valeriolete

Olá galera,

Eu sou Gabriel Valeriolete, o filho da Mami =D. Ela me pediu uma postagem aqui e eu resolvi falar um pouco de mim. Sabe, tô precisando de divulgação.

Eu sou escritor e alguns de vocês já devem me conhecer como o autor dos blogs comotdevoluiu.blogspot.com e poeminhasqueescrevo.blogspot.com.  Infelizmente estou sem tempo para cuidar deles e os declarei como mortos à algum tempo atrás. Espero algum dia poder retornar a esses blogs de maneira muito mais grandiosa, tenho planos para eles no futuro.

Fui o fundador e hoje sou o Organizador Geral da Academia Iffense de Letras, o grupo de escritores do Instituto Federal Fluminese Campus Macaé (saiba mais sobre esse projeto aqui: http://academiaiffensedeletras.blogspot.com/), e também o criador da Editora AIL. Há escritores muito bons nesse grupo e estamos trabalhando bastante para ainda esse ano oferecer dois livros ao público. O primeiro trata-se de uma antologia com contos de vários de nossos autores, chamada O Rei-Dragão, segue sinopse:

"Em um reino bem distante, um rei tirano oprime seu povo. Assolados pela fome, pela peste e por espíritos e divindades brincalhonas da floresta, os camponeses ainda têm que enfrentar a tirania do rei e de seus cavalheiros. Seu choro e lamento podem ser ouvido ecoando em todos os cantos do reino, em todos os vilarejos e cidadelas. Cada conto mostrará a vida de um camponês em alguma região desse grande reino e relatará o sofrimento e os abusos sofridos. Pode apresentar aspectos mágicos, mas a magia não é central, tratando-se de baixa fantasia, ou mesmo ficção histórica."

Também estamos desenvolvendo um romance em conjunto que ainda está em fase de andamento, O Lua de Sangue, mas vocês poderão acompanhar todo o progresso no blog http://luadesangue-ail.blogspot.com/, inclusive já saiu a primeira degustação, escrita pela minha amiga e escritora Letícia Nardi:

"Eu me lembro perfeitamente daquela noite. Aquela lua, nunca vi nada igual. Tenho pesadelos com essa mesma noite. Não importa o que eu faça, a lua de sangue parece tomar conta de mim, toda noite."
Vocês já devem ter visto a Mami fazer a divulgação do Dias Contados vol. II da Andross, antologia da qual eu participei com o  meu conto Holocausto.


"Atordoados, voltaram seus olhos para os céus, uma última vez. Entretanto, já não se viam olhares de esperança do de oração, apenas súplicas e pedidos de piedade, exclamados pelos olhares, numa gritaria ensurdecedora, velada no silêncio insano daquele instante. O silêncio da espera, o silêncio do fim." (Trecho de Holocausto)
Vocês podem ler a resenha que meu amigo e coautor da obra Ricardo Biazotto fez do livro aqui: http://overshock.blogspot.com/2011/12/resenha-59-dias-contados-volume-ii.html

Aqui vocês têm acesso ao perfil do livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/201173-dias-contados-2


Este ano estarei tento da oportunidade de trabalhar novamente com a editora Andross, publicando em três antologias, são elas:

Caminhos do Medo II



"Estava em um corredor escuro e apertado. A pequena menina me encarava com seus olhos grandes e fixos. Não deveria ter mais de oito anos, sua pele pálida se confundia com o vestido branco de babado. Estava encharcada da cabeça aos pés. Em sua cabeça, um corte profundo do qual já não mais saía sangue, pois havia sido todo perdido na água.
E fedia. 
Como fedia.
Cheiro de carne morta. Podre. Molhada.
Sua visão atordoava o espírito e seu cheiro me embrulhava o estômago." (Trecho do meu conto A Dama d'Água para o Caminhos do Medo 2)
Dimensões BR II



"Até então, nada diferente da maioria dos dias naquelas terras. Juca cortava os arbustos baixos e espinhosos que pareciam tentar agarrá-lo e arrastá-lo até as profundezas da terra; reflexos de um local esquecido por Deus e castigado pelo demônio. As costas nuas ardiam como em chamas sob o Sol forte daquela tarde; o calor desenhava ondas no horizonte. Volta e meia, um ou outro espinho fisgava sua pele, mas ela, já acostumada com a dor, não respondia nem sequer com uma gota de sangue" (Trecho do meu conto Uma Estrela Cadente para o Dimensões BR 2)
  Entrelinhas II


"- Não tenha medo - Ele disse
- Onde estou? - Perguntei
- Na sua mente, e eu sou seu lado louco, sou sua loucura e sua criatividade. Por que foges de mim? Por que tens medo de mim? Por que não me aceita como parte de você?
Eu fiquei confuso, mas logo entendi, e o aceitei, e então percebi que não precisava dizer mais nada, ele sabia que eu o havia aceitado, a minha loucura e criatividade estavam lá, e eu não tinha mais medo, e nenhuma cabeça de palhaço me engoliria novamente." (Trecho do meu conto Sou Sua Loucura, Bem-Vindo à Sua Mente para o Entrelinhas 2)

Também estou na Versos Vampíricos da editora Literata:

Versos Vampíricos


"O sangue ferve
Sentimentos lançados na escuridão
Medo, fúria
Minha alma decaindo no abismo sem fim
Na loucura do vazio,
No vazio da loucura,
Neste mar de tormentos,
Meu corpo sua,
Meu peito chora
E a dor me devora" 
(Trecho do meu poema para o Versos Vampíricos)


 Este ano está cheio de novidades e lançamentos e me desculpem estar fazendo uma postagem tão longa, mas gostaria de terminar mostrando a vocês algumas prévias do meu livro Olhos de Dragão, primeiro volume da Saga do Menino Dragão:




- Sinopses:

                                                                          Contra-Capa
"Ele era um garoto normal até ter toda a sua família assassinada por um homem com poderes extraordinários. E então, movido pela sede de vingança e pela ódio irracional descobre seu poder e desperta seu monstro interior. Muitos irão tentar matá-lo, outros morrerão para que ele viva. Embarque nessa história e descubra uma vida de medo, coragem, esperança, mentiras e maldições. Uma vida onde é normal perder quem você ama e se torna cada vez mais difícil seguir em frente."

Orelha

‎"Um poder incalculável,
Uma herança lastimável,
Uma terrível maldição.
Duas almas que não podem mais habitar o mesmo corpo.
Aterrorizado, Marcus observa o assassinato cruel de seus próprios pais. Neste momento, tomado por uma intensa ira, descobre seu poder. Logo descobrirá que foi acolhido por entes de uma organização secreta mundial cujo único propósito é mantê-lo vivo, e que seus verdadeiros pais, anos antes também haviam dado suas vidas por esse propósito. E descobrirá o monstro dentro de si: um perigoso dragão, que pode vir a ser a salvação da humanidade. Com o tempo, Marcus terá de aprender a lidar com essa criatura enquanto procura por vingança e por repostas."

Prólogo

"A todos que me ajudaram este livro deixo,
Este é o fardo que sempre carreguei em meu peito
É a realidade com que tive de conviver.
A realidade de um monstro ser,
Contra seu próprio interior ter
Que lutar, no fundo contra você.
Se estou aqui,
É porque uma história tenha para ti,
Uma história de medo e terror,
De esperança, força e amor,
De frustrações,
E, sobretudo, de maldições
A morte meu nome sempre clamou
E eu muito queria atende-la,
Nenhum amigo me sobrou,
A minha família se dizimou
E só o que me sustenta agora
É a sede da vingança que não demora
E o ódio que habita em meu coração
Como um animal feroz: um dragão!
Nefasto e sombrio a querer se libertar
E o meu corpo tomar..."

 Não vou postar o link para download do capítulo um porque os Beta Readers me sugeriram algumas alterações que eu vou seguir. Quem quiser conhecer mais textos de minha autoria visite meu perfil no Recanto das Letras: http://www.recantodasletras.com.br/autores/valeriolete. Lá há textos dos mais diversos estilos, de poemas a contos, espero que agrade à todos.

Então é isso, pessoal, me despeço de vocês e desejo a todos uma ótima semana!

Obrigado =D

Músicas

Assinatura

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget

Google+ Followers

Google+ Badge